Como acelerar o metabolismo com saúde

Confira as dicas dos especialistas para atingir os seus objetivos da melhor forma!

Se você já conversou sobre perda de peso e ganho de massa, provavelmente ouviu falar em metabolismo. Há quem diga que ele está diretamente ligado à perda (ou ganho) de peso. Mas será que existe uma relação real entre metabolismo e queima de gordura? Se é esse o caso, como acelerar o metabolismo para dar um gás nos resultados?

O que é metabolismo?

Antes de qualquer coisa, é importante entender o que é o metabolismo. Nosso corpo precisa de energia para viver, o conjunto das reações químicas envolvidas nesse processo é o que forma o metabolismo. Seu mecanismo é dividido em duas partes: catabolismo e anabolismo. Durante o catabolismo, o organismo quebra substâncias para gerar energia. Já no anabolismo ocorre a recuperação e a produção celular. O quanto o organismo gasta de energia para sobreviver em repouso é a taxa metabólica basal. Dependendo do nível de energia de cada pessoa, essa taxa varia.

Resumindo, o metabolismo garante energia para que o corpo exista – e sobreviva.

Relação entre metabolismo e perda de peso

Para  Renato Zilli, endocrinologista do Hospital Sírio Libanês, de São Paulo, a relação direta entre metabolismo e perda (ou ganho) de peso não é errada. “Metabolismo lento raramente tem relação com o peso. O que vai determinar o peso é a genética, a alimentação, a quantidade de calorias gastas, o estresse e o sono.”

No entanto, alguns fatores podem, sim, influenciar a nossa taxa metabólica basal. Músculos, por exemplo, precisam de mais energia do que gordura.

“Tamanho e composição corporal influenciam na taxa basal metabólica. Pessoas maiores, com mais músculo, precisam de mais repouso. Bem como sexo e idade: os homens geralmente têm menos gordura corporal, por isso queimam mais calorias e, com o passar dos anos, a nossa necessidade calórica diminui”, ponta Renato.

Mas existe metabolismo rápido ou lento? De acordo com Maria Fernanda Barca, endocrinologia membro da Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia (SBEM), de São Paulo, a pessoa pode ter uma possível disfunção no equilíbrio do organismo, cuja resposta fisiológica pode estar mais ativa ou não. “Isso quer dizer que uma pessoa com metabolismo lento demora mais para responder a uma dieta de emagrecimento pois gasta menos energia.”

Sobre o autor | Website

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!